ENFIM, A PANDEMIA DE HIPOCRISIA

Se existe uma coisa que a pandemia da Covid-19 escancarou foi a hipocrisia do ser humano. Hipocrisia refere-se ao ato de fingir, de dissimular os verdadeiros sentimentos, crenças, virtudes e ideias. É a arte de exigir dos outros aquilo que não se pratica. Por isso a pandemia mostrou que somos seres hipócritas.

Claro que ela trouxe muitas lições também, e não são todos que foram ou estão sendo hipócritas. Não estou generalizando a hipocrisia, porém estou chamando a atenção para algo que fingimos que não existe, mas que está aí, todos os dias na nossa frente em boa parte das atitudes tomadas.

É hipócrita quem pediu o auxílio emergencial não se adequando às suas exigências. É hipócrita quem sabia que não precisava dele e mesmo assim continua até hoje recebendo. Ou quem usou CPF alheio para pedir o benefício em seu nome, roubando o dinheiro de quem realmente precisava.

É hipócrita aquele empreendedor que demitiu sem necessidade, porque continuou com seu faturamento normal e não foi verdadeiramente afetado pela pandemia. Mais hipócrita ainda foi quem suspendeu contratos de trabalho ou salários sem precisar, para que o governo arcasse com parte dos pagamentos.

A hipocrisia está presente na forma como vem sendo feita a reabertura do comércio em geral e na não liberação do reinício das aulas. Como se o vírus pudesse escolher quem e quando vai infectar, e assim as escolas seriam o local preferido dele. Ou abre tudo respeitando as regras de distanciamento social, ou só funciona o que é estritamente necessário, de verdade. Diferente disso é hipocrisia.

A hipocrisia foi vista também naqueles casos de pessoas que pegaram Covid-19 e disseram que foi devido a seu trabalho, mas que todo final de semana fazia questão de postar nas redes sociais as festas (proibidas) que frequentavam.

Igualmente hipócritas foram aqueles que disseram estar cumprindo fielmente a quarentena, e que ajudaram a disseminar o pânico e o terror desta doença, mas que, na prática, já foram viajar, passear, curtir a família e os amigos. Pior ainda é mandar todos ficarem em casa, quando se tem dinheiro no banco e uma vida controlada, mas que não abre mão de estar com o funcionário todos os dias, com ou sem COVID.

A sensação que tenho é que nas ruas está acontecendo um tipo de “encontro de hipócritas”. Parece que foi combinado escancarar a hipocrisia em todo o lugar, porque já não é possível fingir um comportamento que não existe mais. Ninguém aguenta mais a quarentena, o distanciamento social, usar máscaras e se proteger o tempo todo.

Eu acho que a economia não pode parar. Perdemos um tempo precioso e agora precisamos correr atrás da recuperação. Mas o respeito a vida vem acima de qualquer outra coisa. Além disso, já temos problemas demais trazido pela pandemia e por isso não cabe a hipocrisia em nossas atitudes. Devemos parar de fingimento e agir conforme aquilo que defendemos.

E como não ser um hipócrita? Por exemplo, existem milhares de trabalhadores sendo obrigados a sair de casa, se aglomerar em transportes públicos lotados e colocar sua vida em risco durante toda essa pandemia.

Não está sendo fácil, mas tudo vai passar. E em vez de exercer a hipocrisia, deveríamos estar trabalhando a nossa resiliência. Essa sim tão necessária para superar essa fase.

E você, conhece mais casos de hipocrisia trazidos pela pandemia? Tem alguma sugestão de como superar tudo isso? Conte aqui pra mim!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *