O QUE REALMENTE NOS FAZ BEM?

Queremos de tudo o tempo inteiro.

Queremos paz, sossego, amor, saúde…

Queremos amigos, família, filhos…

Queremos carro, casa, dinheiro e sucesso…

Queremos de tudo e se der, um pouco mais.

Nunca nos contentamos com o que conquistamos!

Estamos sempre em busca de algo a mais, Algo que nos falta, algo que nos complete.

Mas afinal, o que seria isso?O que nos faz bem? O que queremos de verdade? O que falta para nos completar?

Muitas vezes, a vontade e a necessidade nos confundem.

Criamos dificuldades para nossos planos. Abrimos caminhos tortuosos para as nossas lutas!

Pergunto: “o que buscamos, é REALMENTE o que queremos?”

– Pense:

Querer é poder? Querer é precisar?

Precisar significa, fazer o impossível para ter?

Insisto

Será que sabemos, o que realmente nos faz bem?

O que realmente nos completa?

Buscamos tantas coisas, tantos “nadas”! E no final, nos afastamos daquilo que realmente precisamos. Daquilo que nos deixa FELIZ, que alimenta verdadeiramente a nossa alma, que nos completa.

Logo, a distância entre o que pretendemos e o que de fato fazemos para preencher esse vazio cheio de tudo tem formado aquilo que parece importante… Para mim, Para você, Para nós!

A Resiliência que utilizamos em todas as nossas dificuldades, como se fosse um impulso!

Afinal, viver é o que realmente nos faz bem!

Para a vitória, para a realização pessoal!

Sendo assim, de todas as experiências vividas, desejo compartilhar com vocês o meu aprendizado:

  • Às vezes, é preciso se colocar no lugar do outro.
  • Mudar atitudes e postura ajudará você a se concentrar nas suas metas.
  • Tente visualizar o que você quer para seu futuro, sem viajar demais.
  • Proponha-se metas exequíveis e em prazos menores.
  • Concentre-se naquilo que você sabe que é possível e que é capaz.
  • As metas devem ser feitas a curto, médio e longo prazo.
  • Trate dos assuntos delicados pessoalmente.
  • Tente ver sua rotina por outro ângulo.
  • Mude de cenário quando for decidir alguma coisa.
  • Seja resiliente, prático, ágil e íntegro.
  • Não fuja das dificuldades.
  • Não se apegue ao sofrimento.
  • Lembre-se, tudo é transitório.

Abra-se para o mundo, a vida costuma nos retribuir conforme aquilo que doamos.

Por isso, doe amor, paz, sorrisos e boas ações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *