QUAL A MELHOR ESTRATÉGIA PARA VENDER?

Quando decidi fundar minha empresa em 1999, posso dizer, com certeza, que “tirei leite de pedra”. Foi difícil porque eu fiz diferente do que era o normal na época, ou seja, uma ação comum das empresas era ler diários oficiais para acompanhar a publicação de novas legislações e também para se certificarem em padrões ISO de qualidade e meio ambiente. Eu quis inovar, fazer diferente, estar “fora da curva”, e então criei metodologias supercomplexas e inovadoras e surpreendentemente fiz surgir no Brasil a tendência de se controlar através de um software esse emaranhado de padrões normativos e de leis.

Você deve estar se perguntando como eu fiz isso, não é mesmo? Bom, confesso que naquele tempo eu não era nenhum expert em legislações e tão pouco em padrões ISO. Jamais me veria naquela época como concorrente de ícones da gestão tais como o Vicente Falconi, que já era considerado o maior consultor de empresas do Brasil.

Mas consegui, do forro de mesa de uma mesa de bar, tirar a ideia da metodologia SOGI, que atualmente monitora as legislações de mais de 1500 empresas no Brasil e que permitiu que a minha empresa VERDE GHAIA se consagrasse como a maior empresa desse segmento no Brasil. Também atingi números impressionantes de horas de consultoria e assessoria em grandes empresas no Brasil e no exterior, em padrões ISO de qualidade, meio ambiente, segurança e saúde ocupacional e responsabilidade social, sendo hoje também um ícone no que concerne às consultorias em empresas.

Eu tinha uma ideia, eu tinha uma solução para um problema realmente existente para meus clientes, eu sabia como resolver esse problema e, mais importante, eu tinha coragem. Então, olha que interessante, comecei a vender consultorias, treinamentos, assessoria, monitoramento de leis, GAIA, LIRA, PRSSO, TNC, etc. Aposto que você leitor também deve estar agora se perguntando o que seria todas essas terminologias. Imagine, se você se pergunta isso agora, como seria em 1999? Pior né, bem pior.

Eu vendia tudo isso numa época em que as empresas nem ao menos sabiam para que serviam tudo isso. Além disso, muitas delas nem ao menos sabiam se precisavam mesmo disso ou o tipo de vantagens que poderiam ter comprando de mim algo que nunca tinham sido pedidos por elas. Mas eu vendia de uma forma que eu criava a necessidade nelas, e meu produto então se tornava indispensável, elas precisavam disso tudo, acreditavam que após a compra o lucro iria aumentar e muito. E então compravam.

Então, é aí que entra a paixão pelo que se faz como a melhor estratégia de venda. E era por isso que eu me dava tão bem. Eu era e ainda sou extremamente convicto de minhas ideias e de meus produtos. Sou capaz de me sentar em uma mesa de bar com pessoas desconhecidas, falar sobre minhas empresas e meus produtos com tanta emoção e verdade que tem gente que levanta o dedo e solta a frase: “quero comprar para minha mãe também!”.

Brincadeiras à parte, tem que ser assim mesmo, para vendermos o que queremos vender, temos que acreditar no que vendemos, temos que aceitar que somos de fato vendedores de algo extremamente necessário importante para nós e para nossos clientes. Temos que encantar pela paixão pelo que fazemos e vendemos.

Quer ter excelentes vendedores na sua empresa? Então busque por pessoas motivadas e dê a eles constantemente essa motivação para vender. Aliando isso com as técnicas corretas de venda, você vai vender muito, e em vez de ficar prospectando qualquer tipo de cliente, gastando com estratégias de marketing para o público errado, você vai poder focar e direcionar seus esforços para o alvo correto.

E quais são as características principais de um bom vendedor? O que ele precisa saber para vender muito mais? O que você precisa considerar na hora de contratar alguém para ser o seu vendedor? O que você precisa saber para você ser o melhor vendedor?

Um vendedor é a peça fundamental para uma empresa, pois é ele quem trabalha a conquista e fidelização do cliente e é ele quem faz a prospecção de possíveis clientes, seja numa venda ativa ou passiva. Este profissional precisa ter conhecimento não só de técnicas em vendas, mas uma boa postura, saber se apresentar adequadamente a cada situação, além de seguir um procedimento de vendas a fim de conseguir os melhores resultados. Esse profissional tem como características a atenção, o conhecimento, o interesse, a persuasão, a ação, a boa conversa e saber ouvir. Um vendedor pode nascer com essas habilidades, mas mesmo assim, para vender muito mais e melhor, é preciso desenvolvê-las e também conhecer as técnicas e estratégias de vendas corretas.